crise da ciência

Category: Heidegger em português
Submitter: Murilo Cardoso de Castro

crise da ciência

Uma ciência pode passar por uma "crise [Krisis]": o "real ‘movimento’ das ciências ocorre quando seus conceitos básicos passam por uma revisão mais ou menos radical, para elas não transparente. O nível alcançado por uma ciência determina-se pelo quão profundamente ela é capaz de uma crise em seus conceitos básicos" (SZ, 9. Cf. GA20, 3ss; GA27, 26ss). A relatividade e a teoria quântica são exemplos de uma crise, mas crises também ocorrem na matemática, biologia e teologia (SZ, 9f; GA31, 142). A ciência "não é um acontecimento original da verdade; ela sempre desenvolve uma região já aberta da verdade, [...] à medida que uma ciência ultrapassa a exigência de correção encaminhando-se para uma verdade, e isto significa para o desvelamento essencial dos entes enquanto tais, ela é filosofia" (UK, 50/187). A ciência em crise torna-se filosofia. Mas mesmo a ciência em crise não funda um mundo no sentido em que a arte pode fazê-lo; ela opera dentro de uma compreensão pré-científica estabelecida dos entes. [DH]

Submitted on:  Mon, 12-Mar-2012, 14:23