Weil

Category: Termos chaves da Filosofia
Submitter: Murilo Cardoso de Castro

Weil

Weil, Simone (1909-1943) O pensamento filosófico de Simone Weil (judia nascida em Paris, França) pode ser caracterizado como uma "mística esclarecida". Renunciou à vida acadêmica para trabalhar como operária. Em 1938, viveu uma profunda crise religiosa que a levou ao cristianismo, mas sem abjurar sua condição judia. Os principais temas de suas meditações giram em torno desse seu aforismo: "Duas forças reinam no universo: a luz e a gravidade (peso). A luz é o sobrenatural, a graça; a gravidade é a natureza ... A luz ilumina a gravidade e' a atrai para si, elevando-a." Sua experiência operária lhe deu a convicção de que a experiência religiosa não é privilégio dos "grandes" ou dos "intelectuais", mas algo que pode ser vivido pelos humildes e pelos operários. Todo o universo respira uma força "deífuga", costumava dizer. Por isso, suas meditações sempre preferiram os "motivos gregos" aos "motivos romanos", vale dizer, a caridade ao poder, a experiência à organização, a mística à prática. Todas as suas obras são póstumas: La pesanteur et la grâce (1948), L'enracinement (1949), Attente de Dieu (1950). La condition ouvrière (1951), La source grecque (1953). Leçons de philosophie (1959), Oppression et liberté (1963). [Japiassu]

Submitted on:  Tue, 17-Nov-2009, 13:41