Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
10 user(s) are online (10 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 10

more...
Home Léxico Filosofia N natural Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

natural

Definition:
(gr. physikos; lat. naturalis; in. Natural; fr. Naturel; al. Natürlich; it. Naturalé).

Os usos deste adjetivo correspondem aos usos fundamentais do termo natureza.

1. Correspondendo ao primeiro significado, natural pode ser: o que é produzido pelo princípio do movimento, ou o que se produz por si, espontaneamente. Neste sentido, falou-se de "direito natural", que consiste em conformar-se à ordem espontânea da natureza; ou de "religião natural", que é revelada pela natureza ou através da natureza, ou seja, através da razão ou do coração do homem.

2. Correspondendo ao segundo significado de natureza, chama-se de natural o que se inclui na ordem necessária da natureza, distinguindo-se da ordem sobrenatural, desejada ou estabelecida diretamente por Deus.

No âmbito de ambos os significados, natural contrapõe-se também a artificial, por ser aquilo que é produzido pela causalidade da natureza, fora do arbítrio humano.

3. Em correspondência com o terceiro significado de natureza, fala-se, p. ex., de "coisas natural" para dizer "coisas externas", e de "causalidade natural" para dizer "causalidade externa".

4. Hoje em dia, a denominação "ciências" natural" leva em conta o 4) significado de natureza . [Abbagnano]


O que é produzido pela natureza: opõe-se ao que é produzido pela cultura. — Uma religião ou uma moral natural, como a que Rousseau queria despertar no coração da criança através do simples espetáculo da natureza, baseia-se unicamente nos dados do sentimento ou da razão. A teoria do "direito natural" deduz-se da natureza humana e se opõe à teoria do "direito positivo", baseado em convenções arbitrárias. Do ponto de vista psicológico, o natural designa o temperamento de um indivíduo (componentes orgânicos — nervosos, glandulares — que pertencem ao indivíduo desde seu nascimento). Em relação a isso, Galeno distinguia: o colérico (predominância do sangue), o fleugmático (predominância da linfa), o melancólico (predominância da atrabílis), o bilioso. O temperamento, que é natural, opõe-se ao caráter, adquirido pela educação, pelas convenções, mas que o indivíduo também pode impor a si mesmo pela própria vontade: Santo Inácio era de natural "colérico" e "santo" de caráter. [Larousse]

Submitted on 10.10.2010 23:51
This entry has been seen individually 1336 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project