Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
9 user(s) are online (9 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 9

more...
Home Léxico Filosofia A agnostos Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

agnostos

Definition:
ágnôstos: desconhecido, não cognoscível

1. Devido à transcendência de Deus surgem alguns problemas acerca da possibilidade de este ser um objecto de conhecimento. Um agnosticismo simples é defendido por Protágoras (Diels, frg. 80B 4) onde a questão se subdivide em duas: a de saber se os deuses existem e a de qual é a sua natureza; o problema da agnosia trata, mais propriamente, do último aspecto (sobre a questão da sua existência, cf. theos).

2. Dada a importância da transcendência na tradição platônica, o problema da cognoscibilidade de Deus era aí fulcral; o texto platônico comprovador da dificuldade de conhecer Deus era o Timeu 28c, apoiado pelos comentários pessimistas no Parm. 141c-142a, Symp. 211a, e especialmente, Ep. VII, 341b-d. Como está indicado nos textos referidos, o problema é a transcendência do princípio supremo, o «Bem para além do Ser» da Republica VI, 509b (ver hyperousia). Mas se a essência de Deus não podia ser diretamente apreendida, os mesmos textos e outros similares de Platão sugerem outras vias para conhecer Deus, altamente desenvolvidas no platonismo posterior (Albino, Epit. X e Máximo de Tiro, VII e XVIII; comparar Proclo, Elem. theol., prop. 123). As principais são:

a) por regresso indutivo à fonte (epagoge, a via eminentiae medieval); ver Symp. 209e-211e e confrontar Plotino, Eneadas I, 6.

b) por analogia (analogia); ver Republica VI, 508a-c e confrontar Plotino, Eneadas VI, 7, 36; dado que Proclo negou qualquer participação (methexis) entre o Uno e o resto da realidade (Elem. theol., prop. 23), ele está excluído da via analogiae.

c) por «remoção», negação (aphairesis; a via negativa); ver a primeira «hipótese» do Parmênides, que os platônicos posteriores tomaram num sentido nada hipotético; confrontar Plotino, Eneadas VI, 7, 32.

d) por união mística (ekstasis); cf. Symp. 210e-211a, Ep. VII, 340c-d; Eneadas VI, 9, 9-11 e, para a experiência pessoal de Plotino, Porfírio, Vita Plot. 23; ver hen. [FEPeters]

Submitted on 15.10.2007 21:52
This entry has been seen individually 484 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project