Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
4 user(s) are online (3 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 4

more...
Home Léxico Filosofia S sentido Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

sentido

Definition:
Heidegger usa, frequentemente, im Sinne... "no sentido (de)", para explicar o sentido no qual ele está utilizando uma palavra. Mas em seu sentido técnico Sinn é relativo a uma compreensão geral ainda não articulada em palavras, uma compreensão que surge de uma projeção e nos possibilita compreender entes particulares: "Rigorosamente, Sinn significa a perspectiva [das Woraufhin] do projeto primordial de uma compreensão do ser. [...] Dizer que o ente ‘tem Sinn’ significa que ele se tornou acessível em seu ser, que só então, projetado em sua perspectiva de ‘propriamente’ ‘tem Sinn’" (SZ, 324; cf. 151). Heidegger está inclinado a dizer que "apenas Dasein ‘tem’ Sinn", já que é o projeto de Dasein que confere Sinn às outras coisas (SZ, 151). A perspectiva não é como uma tela que existe independentemente do projeto — entes crus, independentes de Dasein. É o desfecho da projeção, torna o ser inteligível para nós — mais como um filme do que como uma tela: "Em SZ, ‘Sinn’ nomeia o reino-de-projeção [Entwurfsbereich], [...] a iluminação do ser que abre e fundamenta a si mesma no projetar" (GA6I, 20/N3, 174). Mas já que a nossa concepção do ser baseia-se no tempo, a perspectiva da sua projeção é o tempo e o sentido original ou grego do ser é a vigência, Anwesenheit (SZ, 365; GA24, 437; GA15, 334ss). Posteriormente, "Sinn do ser" é substituído pela "verdade do ser" (Nll, 20/174; GA65 43). Sinn poderia sugerir que a projeção do ser fosse uma "estrutura da subjetividade — como Sartre a considera numa base cartesiana (que ignora a aletheia como aletheia)", quando de fato trata de uma "descoberta que revela [eröffnenden Erschliessung]". "Verdade" não é "correção", mas a "localidade [Ortschaft]" do ser. Destarte, Heidegger agora fala da "topologia do ser [Topologie des Seyns]" (GA15, 335). O ser já não é mais — como sugeria SZ — simplesmente algo projetado por Dasein. E mais como a eletricidade que encontra uma tomada no homem ou Dasein. [DH]

Submitted on 16.03.2012 14:13
This entry has been seen individually 1082 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project