Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
3 user(s) are online (3 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 3

more...
Home Léxico Filosofia S ser do ente Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

ser do ente

Definition:
O ser do ente, no entanto, nunca reside no fato de que, levado diante do homem enquanto elemento objetivo se veja disposto em seu setor de atribuição e disponibilidade e somente consiga ser deste modo. A interpretação moderna do ente é ainda mais alheia do mundo grego. Uma das mais antigas sentenças do pensamento grego sobre o ser do ente diz assim: to gar auto noein estin te kai einai. Esta frase de Parmênides quer dizer que a percepção do ente pertence ao ser porque é ele que a exige e determina. O ente é aquilo que surge e se abre e que, enquanto aquilo que está presente, vem ao homem como para aquele que está presente, isto é, vem àquele que se abre, ele mesmo, ao presente desde o momento em que o percebe. O ente não ascende ao ser pelo fato de que o homem o tenha contemplado primeiro, no sentido, por exemplo, de uma representação como as da percepção subjetiva. É, antes, o homem o que é contemplado pelo ente, por isso se abre à presença reunida em torno dele. Contemplada pelo ente, incluída e contida dentro de seu espaço aberto e suportada deste modo por ele, envolvida em suas resistências e marcada por sua ambiguidade: está era a essência do homem durante a grande época grega. Por isso, a fim de levar a sua essência para o seu acabamento, este homem tinha de reunir (legein) isso que se abre para si mesmo em seu espaço aberto, salvá-lo (sozein) mantendo unido e preservá-lo para permanecer assim desvelado (aletheuein) diante de todas dissensões da confusão. O homem grego é enquanto percebe o ente, motivo pelo qual na Grécia o mundo não podia converter-se em imagem (Bild). Em contrapartida, o fato de que só para Platão a entidade do ente se determine como eidos (aspecto, forma), é o pressuposto que desde sempre condicionou e que de uma maneira oculta e mediada reinou durante muito tempo para que o mundo (Welt) pudesse se converter em imagem (Bild). [DZW]

Submitted on 18.10.2010 17:31
This entry has been seen individually 419 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project