Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
2 user(s) are online (2 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 2

more...
Home Léxico Filosofia S Sein und Zeit Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

Sein und Zeit

Definition:
Após a citação de Platão e uma breve exposição sobre ela, SZ começa com uma longa introdução, intitulada “Exposição da questão sobre o sentido do ser”. No primeiro capítulo dessa introdução, “Necessidade, estrutura e primado da questão do ser”, ele explica por que é importante levantar esta questão há muito esquecida e por que é ela anterior a outras questões, as questões sobre o conhecimento e questões das ciências. Também explica que a questão do ser deve ser abordada por meio de uma análise de Dasein, (o) ser humano [Mensch]: é Dasein que coloca a questão sobre o ser [Seinsfrage] (SZ, 7). O segundo capítulo é “As duas tarefas de uma elaboração da questão do ser. O método e o sumário da investigação”. A primeira dessas tarefas, planejada para ocupar a primeira parte de SZ, era “a interpretação de Dasein pela temporalidade [Zeitlichkeit] e a explicação do tempo [Zeit] como horizonte transcendental da questão do ser”. Esta primeira parte deveria conter três divisões: “ 1. A análise preparatória dos fundamentos de Dasein; 2. Dasein e temporalidade; 3. Tempo e ser” (SZ, 39). Apenas a primeira e a segunda divisões desta parte foram publicadas. A primeira divisão dá uma explicação de Dasein que não faz referência ao tempo e à temporalidade. Ela abarca temas tais como o mundo [Welt] e ser-no-mundo [In-der-Welt-sein], espaço [Räum] e espacialidade [Räumlichkeit], ser com outros [Miteinandersein], o impessoal [das Man], inautenticidade [Uneigentlichkeit] e decadência [Verfallen], humores [Stimmung], verdade [Wahrheit] e cuidado (Sorge, cura). A segunda divisão introduz a temporalidade e é em grande parte uma “repetição” da primeira divisão em termos temporais (SZ, 17). Ela começa com um famoso primeiro capítulo sobre a morte [Tod], e então passa para a consciência [Gewissen], débito [Schuld] e decisão [Entschlossenheit]. Ela então “repete” as primeiras explicações do cuidado (cura) e da cotidianidade [Alltäglichkeit], trazendo à tona a sua significação temporal. A história, ou melhor, a “historicidade” [Geshehen], é o próximo tema de Heidegger, com uma coda na recém-publicada correspondência com Dilthey e com o conde Paul Yorck de Wartenburg. O capítulo final retorna para a temporalidade. A penúltima seção ataca a concepção hegeliana do tempo, e a breve seção de conclusão introduz a faltante terceira divisão, planejada para explorar o ser em relação ao tempo, independentemente da natureza de Dasein. [DH:168-169]

Submitted on 16.07.2021 12:17
This entry has been seen individually 351 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project