Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
12 user(s) are online (12 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 12

more...
Home Léxico Filosofia U ultrapassagem Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

ultrapassagem

Definition:
Uma observação terminológica preliminar regulará o uso da palavra "transcendência" e preparará a determinação do fenômeno com ela visado. Transcendência significa ultrapassagem. Transcendente (transcendendo) é aquilo que realiza a ultrapassagem, que se demora no ultrapassar. Este é, como acontecer, peculiar a um ente. Formalmente a ultrapassagem pode ser compreendida como uma "relação" que se estende "de" algo "para" algo. Da ultrapassagem faz, então, parte algo tal como o horizonte em direção do qual se realiza a ultrapassagem; isto é designado, o mais das vezes, inexatamente de "transcendente". E, finalmente, em cada ultrapassagem algo é transcendido. Estes momentos são tomados de um acontecer "espacial"; é a este que a expressão primeiramente visa.
[...]
Na ultrapassagem o ser-aí primeiramente vem ao encontro daquele ente que ele é, ao encontro dele como ele "mesmo". A transcendência constitui a mesmidade (ipseidade). Mas, novamente, não apenas a ela; a ultrapassagem sempre se refere também, ao mesmo tempo, ao ente que não é o ser-aí "mesmo"; mais exatamente: na ultrapassagem e através dela pode apenas distinguir-se e decidir-se, em meio ao ente, quem e como é um "mesmo" e o que não o é. Na medida, porém, em que o ser-aí existe como mesmo - e somente nesta medida - pode ele ter um comportamento (relacionar-"se") para com o ente que, entretanto, deve ter sido ultrapassado antes disso. Ainda que sendo em meio ao ente e por ele cercado, o ser-aí enquanto existente já sempre ultrapassou a natureza.

O que, entretanto, do ente é cada vez ultrapassado num ser-aí, não se ajuntou simplesmente por acaso, mas o ente, seja determinado e articulado como for em cada caso, já está sempre previamente ultrapassado em direção de uma totalidade. Esta poderá permanecer desconhecida como tal, na ultrapassagem, ainda que sempre - por razões que agora não se podem discutir - seja interpretada a partir do ente e, na maioria das vezes, a partir de uma área que mais se impõe do mesmo, sendo, por isso, ao menos conhecida como totalidade.

A ultrapassagem acontece em totalidade e nunca apenas às vezes e às vezes não, aproximadamente como, se porventura, consistisse unicamente e, antes de tudo, numa captação teorética dos objetos. Antes com o fato do ser-aí a ultrapassagem já sempre está aí. [MHeidegger SOBRE A ESSÊNCIA DO FUNDAMENTO]

Submitted on 22.10.2010 22:48
This entry has been seen individually 251 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project