Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
3 user(s) are online (3 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 3

more...
Home Léxico Filosofia D desvelamento Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

desvelamento

Definition:
VIDE Unverborgenheit, Wahrheit

A explicação de Heidegger da verdade como " desvelamento" possui diversas consequências. A verdade já não é mais algo do qual podemos ou devemos estar certos em um sentido cartesiano ou husserliano. Nós podemos estar certos de proposições, eu estou certo de que isto e isto é assim. A busca pela verdade não é uma busca pela certeza sobre aquilo que já sabemos ou cremos, mas uma busca pela descoberta de âmbitos ainda desconhecidos. "Verdade" já não contrasta com "falsidade". Proposições podem ser verdadeiras ou falsas, corretas ou incorretas. Mas as proposições falsas pressupõem um âmbito de verdade aberto tanto quanto as verdadeiras. A falsidade, p.ex. confundir um arbusto com um cabrito montês no crepúsculo, possui três condições (GA21, 187s): 1. O mundo já está descoberto para mim e eu posso descobrir coisas dentro dele: algo está se aproximando. 2. Eu não somente pasmo com as coisas, eu as interpreto como algo. 3. Eu conheço suficientemente meus arredores para saber que um cabrito montês é algo que pode aparecer em uma floresta; eu não confundiria um arbusto com um xá do Irã ou com a raiz cúbica de 69. Um erro é uma distorção localizada dentro de um âmbito de verdade. Se a "verdade" contrasta com alguma coisa, então é com a "não-verdade [Unwahrheit]"

Um teórico da correspondência poderia objetar que Heidegger mistura (i) condições de afirmar uma proposição, (ii) condições da verdade de uma proposição, e (iii) condições para que uma proposição seja conhecida, e se perguntar se ele está autorizado a identificar (i) e / ou (iii) com a verdade. Mas em vista da complexa e multifacetada utilização das palavras "verdadeiro, verdade" e do talento com o qual ele disseca as ambiguidades e confusões da Geltungslogik, " lógica da validade" de Lotze (GA21, 62ss; SZ, 155s), não é óbvio que Heidegger perderia essa discussão. [DH]


Já antes de suas respostas à questão do ente enquanto tal a metafísica representou o ser. Ela expressa necessariamente o ser e, por isso mesmo, o faz constantemente. Mas a metafísica não leva o ser mesmo a falar, porque não considera o ser em sua verdade e a verdade como o desvelamento e este em sua essência. A essência da verdade sempre aparece à metafísica apenas na forma derivada da verdade do conhecimento e da enunciação. O desvelamento, porém, poderia ser algo mais originário que a verdade no sentido da veritas. Aletheia talvez fosse a palavra que dá o aceno ainda não experimentado para a essência impensada do esse. Se a coisa fosse assim, sem dúvida o pensamento da metafísica que apenas representa jamais poderia alcançar esta essência da verdade, por mais afanosamente que se empenhasse historicamente pela filosofia pré-socrática; pois não se trata de algum renascimento do pensamento pré-socrático - tal projeto seria vão e sem sentido -, trata-se, isto sim, de prestar atenção ao advento da ainda não enunciada essência do desvelamento que é o modo como o ser se anunciou. Entretanto, velada permanece para a metafísica a verdade do ser ao longo de sua história, de Anaximandro a Nietzsche. Por que não pensa a metafísica na verdade do ser? Depende uma tal omissão apenas da espécie de pensamento que é o metafísico? Ou pertence ao destino essencial da metafísica, que se lhe subtraia seu próprio fundamento, porque em toda a eclosão do desvelamento permanece ausente sua essência, o velamento, e isto em favor do que foi desvelado e aparece como o ente? [MHeidegger O RETORNO AO FUNDAMENTO DA METAFÍSICA]

Submitted on 16.03.2012 18:08
This entry has been seen individually 458 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project