Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
5 user(s) are online (5 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 5

more...
Home Léxico Filosofia G Gewissensruf Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

Gewissensruf

Definition:
voz da consciência
appel de la conscience [ETEM]
call of conscience [BTJS]

NT: Call of conscience (Gewissensruf, Ruf des Gewissens), 269-280, 270fn, 287-289, 293-296, 300, 307, 317; ‘It’ calls (’Es’ ruft), 275-278. See also Conscience [Gewissen]; Es gibt [BTJS]


Heidegger se vale de um contexto ôntico para inserir a relação estrutural entre voz da consciência e culpa: o fato de a voz da consciência sempre vir à tona em contextos nos quais o que está em questão é a possibilidade de agirmos tal como não deveríamos agir. Na sua dimensão exortativa, ao nos incitar a fazermos algo, a voz da consciência revela o risco que está embutido na possibilidade de não agirmos desse modo. Da mesma forma, em sua dimensão proibitiva, ela nos revela ainda mais o quanto a nossa ação está dominada pela possibilidade de que se faça o que não se deveria fazer. A questão, contudo, é que o importante em termos ontológicos na voz da consciência não é nem aquilo para o que ela nos impele, nem aquilo de que ela nos afasta, mas antes o fato de que ela revela o quanto não precisamos realizar atividade alguma. Para um ente ontologicamente indeterminado, não há simplesmente nenhuma ação necessária, não há nada que, a princípio, faça sentido e que obrigue o existente a agir de um modo específico, não há nenhuma imperatividade oriunda de qualquer instância própria ao existir. Enquanto existencial, a voz da consciência revela justamente a liberdade radical do ser-aí humano, o fato de que ele não está obrigado a ser coisa alguma, a fazer coisa alguma, a realizar projeto algum. [MACMundo2:82]


O apelo da consciência, na tonalidade da angústia [Angst], apenas deixa soar uma voz [Stimme] que não diz nada, que não comunica nenhuma mensagem, mas que relança o Dasein na nudez só da sua existência [Existenz]. Esta só se apropria dele na sua forma pura. [HEH:20]

Submitted on 30.07.2021 12:49
This entry has been seen individually 212 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project