Login
Username:

Password:

Remember me



Lost Password?

Register now!
Main Menu
Search
Who is Online
5 user(s) are online (5 user(s) are browsing Léxico Filosofia)

Members: 0
Guests: 5

more...
Home Léxico Filosofia S semelhante Léxico Filosofia
Browse by letter
All | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Other

semelhante

Definition:
VIDE semelhança

(gr. homoios; lat. similis; fr. Semblable; in. Alike, Similar; al. Ähnlich; it. Similé).

Aquilo que tem qualquer determinação em comum com uma ou mais coisas. Aristóteles distinguiu os seguintes significados do termo: 1) são semelhante as coisas que têm a mesma forma, ainda que sejam substancialmente diferentes; neste sentido são semelhante um quadrado maior e um menor, bem como duas linhas retas desiguais; 2) são semelhante as coisas que têm a mesma forma, mas estão sujeitas a variações quantitativas, quando suas quantidades são iguais; 3) são semelhante as coisas que têm em comum a mesma afeição, como p. ex. o branco; 4) são semelhante, as coisas cujas afeições iguais são mais numerosas que as afeições diferentes (Met., X, 3, 1054 b 3). É graças ao primeiro significado que em geometria as figuras são chamadas de semelhante (cf. Euclides, El., VI, def. 1, 3; def. 11, etc). Na tradição posterior, a semelhança foi entendida especialmente em relação à qualidade comum (Pedro Hispano, Summ. log., 3. 29), mas às vezes também com relação à forma (Tomás de Aquino, Contra Gent, I, 29; cf. Suma Teológica, I, q. 4a 3). Mais genericamente, Wolff dizia que "são semelhante as coisas que são idênticas naquilo em que deveriam distinguir-se uma da outra" (Ont., § 195). Determinações desse tipo definem pouco e dizem apenas que os critérios de semelhança podem ser variados indefinidamente; o importante é que sejam declarados explicitamente em cada caso.

Foi só na matemática moderna que a noção de semelhança recebeu definição diferente, graças à teoria dos conjuntos. São considerados semelhante os conjuntos que apresentem relação de termo a termo. Russell, p. ex., diz: "Diz-se que uma classe é semelhante a outra quando existe uma relação de termo a termo, em que uma classe é dominante enquanto a outra é o dominante inverso" (Introduction to Mathematical Philosophy, cap. II, trad. it, p. 27). Esta noção tem grande importância para definição matemática do infinito. [Abbagnano]

Submitted on 17.05.2011 17:17
This entry has been seen individually 660 times.

Bookmark to Fark  Bookmark to Reddit  Bookmark to Blinklist  Bookmark to Technorati  Bookmark to Newsvine  Bookmark to Mister Wong  Bookmark to del.icio.us  Bookmark to Digg  Bookmark to Google  Share with friends at Facebook  Twitter  Bookmark to Linkarena  Bookmark to Oneview  Bookmark to Stumbleupon Bookmark to StudiVZ



Powered by XOOPS © 2001-2012 The XOOPS Project